Os benefícios da educação inclusiva para estudantes com e sem deficiência

No Brasil, a matrícula em classes regulares de ensino é um direito constitucional de todas as crianças e adolescentes com e sem deficiência. Ainda assim, muitas crianças com deficiência têm seu direito de matrícula, e permanência na escola, negado em centenas de instituições do país.

As desculpas para não receber esses estudantes vão desde “não estamos preparados para ensinar uma criança com deficiência” até “podemos receber seu filho com nosso aluno, mas acredito ele ficaria melhor em uma escola especial”. Formas sutis de pressionar os pais sobre a escolha de um caminho educacional marginalizado para seus filhos.

Pensando nesse e nos diversos desafios que os estudantes com deficiência, e seus familiares, enfrentam no processo de inclusão escolar, o Instituto Alana e a ABT Associates, com coordenação do Dr. Thomas Hehir, professor da Harvard Graduate School of Education, lançam, no próximo dia 05 de dezembro, a pesquisa “Os Benefícios da Educação Inclusiva para Estudantes com e sem Deficiência”.

O estudo apresenta um panorama global da educação inclusiva, e demonstra, através da compilação de 89 artigos científicos, que ambientes educacionais inclusivos podem oferecer benefícios significativos, de curto e longo prazo, para estudantes com e sem deficiência.

Um dos destaques do estudo é trazer evidências de que, ao contrário do que muitos pensam, estudar em ambientes com pessoas com deficiência não atrapalha o desempenho dos alunos sem deficiência. Na verdade, as pesquisas apontam que a educação inclusiva é uma boa opção para todos, e contribui para que os estudantes sem deficiência se tornem pessoas mais receptivas a diferença e tenham opiniões menos preconceituosas.

A pesquisa completa você encontra a partir do dia 05 de dezembro no site do Alana: www.alana.org.br

Para conhecer um bom caso de inclusão escolar, confira o documentário “Outro Olhar” – Uma nova perspectiva.

imagem-play-pos-estefania